Causas e Tratamento

A investigação sobre a dificuldade de aprendizagem foi escassa durante muitos anos devido à falta de recursos. Porém, actualmente investigação mais detalhada está a avaliar com mais precisão os problemas associados à dificuldade de aprendizagem e os resultados do tratamento.

Os pediatras sempre estudaram o atraso do desenvolvimento e da aprendizagem. Pode ser útil lembrar que os doentes de meia idade podem ter sido tratados previamente sem a vantagem das análises laboratoriais, cromossómicas e genéticas existentes actualmente. Perante um adulto com dificuldade de aprendizagem vale a pena pensar se pode ser feito um diagnóstico mais exacto. Devemos ser cuidadosos com o diagnóstico de “paralisia cerebral” quando não existe evidência de espasticidade ou distúrbios do movimento. Alguns doentes designados como “deficientes mentais” têm apenas uma surdez profunda.

Pode ser importante fazer uma colheita de urina para pesquisa de ácidos aminados e orgânicos se não foi possível fazer um diagnóstico definitivo. Também podem ser necessárias análises cromossómicas mais dispendiosas se o fenotipo for sugestivo ou se for importante fazer aconselhamento genético a outros membros da família.

Porquê a preocupação em encontrar a causa?

Algumas doenças respondem ao tratamento mesmo na idade adulta, por exemplo existe evidência de que adultos com deficiências profundas e fenilcetonúria não tratada respondem a uma dieta com restrição de fenilalanina com melhoria da mobilidade e do comportamento.

Algumas doenças estão associadas a problemas secundários que devem ser diagnosticados, por exemplo, a galactosémia e as cataratas. Algumas situações apresentam perturbações específicas do comportamento associadas — fenotipos do comportamento — e o conhecimento deste facto torna o tratamento mais fácil.

Alguns adultos afectados por este problema podem ter irmãos ou primos mais novos que podem beneficiar de aconselhamento genético.

Uma característica comum a todos os doentes com dificuldade de aprendizagem é que em todas as idades apresentam problemas de comunicação devido a:

dificuldades cognitivas e das funções cerebrais.
problemas de audição e compreensão;
problemas de linguagem, discurso e fonologia;
problemas de interacção social;
por vezes, isolamento social e institucionalização prévia.

  • Girley_s@hotmail.com

    qual medico devo procurar

    • Eugênia

      Procure um psicopedagogo

  • Marcela Apolinário

    Minha irmã tem sérias dificuldades de aprendizado. Repetiu de ano inúmeras vezes. Irá fazer 21 anos e ainda está concluindo o ensino médio. 
    Ela resolveu me pedir uma ajuda um dia desses ai, na matéria de matemática. Foi ai que eu percebi que ela tem muita dificuldade. Perguntei continhas obvias como 8 +2, 5 +1 e ela tinha muita dificuldade em responder, e quando respondia responde errado. Prefere coisas infantis, gosta de roupas de crianças, com desenhos que na idade dela não é tão normal.  Não namora, nunca ficou com ninguém que nós saibamos, então deduzimos que ela tem algum problema. Eu quero saber qual decisão tomar, ela é muito grossa e só falar em levar ela pro médico, ela diz que não é “maluca”. Ela é muito nervosa também, se não consegue realizar alguma tarefa ela chora!